Como escolher

Aprovação em 2 processos seletivos. Qual escolher?

Esta é a história real de um Case de Sucesso da Mentoria do Autoconhecimento Mel MM.

José [nome fictício] começou a fazer a Mentoria do Autoconhecimento há 5 meses.
Estava insatisfeito com seu trabalho autônomo, porque não enxergava oportunidade de crescimento.
Era um homem envelhecido, exausto de tanto fazer entrevistas e receber: “Seu perfil não é compatível com o cargo.” Ou apenas o vazio da ausência de respostas.

Entre encontros, ferramentas e atividades práticas, José foi construindo um caminho de compreensão da sua história, suas escolhas, seus comportamentos e – principalmente os pensamentos e sentimentos envolvidos com o Sucesso, a Riqueza, a Prosperidade.

Ajudei-o numa ferramenta inquestionável, a construção do Projeto transição de Carreira.
Uma meta detalhada acompanhada de muitas vivências e conhecimentos científicos.

Há 2 semanas, ao abrir a sala do Zoom, já que nossos atendimentos são todos online.

Ele me surpreendeu com a seguinte fala:

“Mel do céu, de repente, depois de 3 meses aplicando no LinkedIn e outras empresas de recolocação no mercado, recebi hoje duas convocações.
Fui aprovado e tenho a oportunidade de escolher entre as duas empresas. Qual eu escolho?”

Muito interessante, porque há 5 meses, a transição de carreira era o MAIOR problema na vida de José.

Agora, o seu sucesso, o fruto do nosso trabalho, ou – para muitos – a sua sorte tornou-se um grande problema.

Continuando nessa história muito interessante, querida pessoa líder, saiba mais da história de José.

Ele estava numa situação diferente de todas as que vivera, não tinha certeza do que ia fazer.
Pedira conselhos às pessoas da família, ao sacerdote da sua religião, discutira longamente com amigos, pesquisara sobre tudo o que podeonline e fez inúmeras listas de “prós e contras” para tentar se ajudar a tomar a decisão certa.

Quando eu disse 2 vezes que é uma história muito interessante, não é exagero.

Talvez você se sinta como o José, ou esteja passando pelo desalento de não conseguir fazer a Transição de Carreira, ou conseguir uma Recolocação compatível com seus anseios.

Pois é, após 5 meses de mentoria, pela primeira vez, ao invés de ser rejeitado (mais uma vez) para um emprego em tempo integral, compatível com sua ambição e metas, algo perfeito, ele se deparou com o DIREITO à ESCOLHA.

Conversamos muito e com as técnicas e ferramentas da minha metodologia, José compreendeu que ele estava numa posição de mérito.

Ele merecia ter o direito à escolha.
E que escolher era BOM e POSSÍVEL, porque ele estava construindo um novo Mindset.

Ele respirou aliviado e com um sorriso de estrelas nos olhos: recusou uma oferta de emprego.

Talvez você queira saber qual ele recusou e o porquê, fica comigo até o final que você entenderá.

Por que ele recusou um e preferiu o outro?  

Bem, caso o título do post não tenha sido explícito: Foi-lhe oferecido 2 empregos em tempo integral ao mesmo tempo!

José vinha de sequências de vivências nos 2 últimos anos: centenas de inscrições sem resposta, dezenas de entrevistas malsucedidas, 3 empregos de meio período de salário-mínimo e uma quantidade inacreditável de estresse e desgaste financeiro…

Receber a notícia de que 2 empresas grandes o queriam como colaborador parecia um sonho impossível se tornando realidade.
Ele tinha se acostumado demais a aceitar qualquer posição que lhe fosse oferecida – meio período, salário-mínimo, o que fosse, porque ele precisava sustentar sua família com dignidade.

Nosso José percebia sua esposa cansada trabalhando pelos 2.
Até que arrumou um trabalho como motorista de aplicativo.

Quando se é honesto: Um trabalho honesto é um trabalho.

Qualquer renda era melhor do que nenhuma renda.
E apesar de ser mais do que qualificado academicamente e profissionalmente, as ofertas de emprego eram poucas e distantes entre si. Ele tinha um carro, então pegou o que pode.

Quando ele chegou até mim, para a Mentoria, estava muito machucado emocionalmente.
Sua confiança estava baleada.
Conta bancária estava zerada e o cartão de crédito com uma dívida imensa.
Ele se sentia miserável.

O investimento financeiro na Mentoria foi feito por um amigo que conhecia meu trabalho e que percebeu o desespero de José.

Ele não poderia ter previsto que, depois de todo esse tempo, ele realmente teria uma escolha. (Ou que eu teria recusado um trabalho…)

Embora este fosse um problema fantástico de se ter, não tornou a situação mais fácil.

O estresse de encontrar qualquer emprego foi subitamente substituído pelo estresse de escolher o melhor emprego.

Nesse momento é que se percebe o PODER da MENTORIA do Autoconhecimento e como ela empodera, fortalece e fornece caminhos eficientes, bem-sucedidos e mais curtos, por serem acertados.

Usando as ferramentas e meu apoio, José começou a analisar objetiva e com Inteligência Emocional as 2 posições boas, mas nenhuma se destacou sobre a outra.

Ambas tinham prós e contras, eram salários e benefícios muito semelhantes e eram empregos pelos quais ele estava esperando todo esse tempo.

Por fim, ele poderia usar todo seu conhecimento bilíngue, seu MBA, sua expertise a favor de uma empresa. No entanto, ele não podia aceitar os dois, teve de escolher um.

Suas opções:

TRABALHO “A”
Era uma organização educacional menor, sem fins lucrativos.
O trabalho incluía viajar pelo norte do Brasil, fazendo apresentações nas escolas sobre oportunidades de carreira para estudantes do ensino médio.

OS PRÓS: Sempre pensou que su carreira seria na área educacional, e esse trabalho lhe colocaria de volta nesse caminho.
Tinha muita experiência facilitando apresentações, trabalhando com escolas e alunos e trabalhando para uma organização sem fins lucrativos.
A entrevista correu extremamente bem, as pessoas que conheceu no processo foram muito amigáveis. Parecia um ajuste natural.
Como se fosse algo em que ele pudesse pular direto e se destacar.

OS CONTRAS: Sua maior apreensão eram as viagens.
O norte do país é lindo, mas também muito remoto.
Algumas comunidades nem têm estradas pavimentadas, muito menos wi-fi ou serviço de telefone celular, só se chega de barco.
Embora acomodações, quilometragem e auxílio alimentação fossem pagos pela organização, qualquer manutenção do veículo e gastos extras sairiam do seu bolso.
Não sabia se aguentaria o desgaste de ficar muito tempo longe da família e o risco de ficar no meio do nada. Também não haveria muito espaço para avançar ou se movimentar em uma empresa tão pequena, que não tinha sequer plano de carreira. O salário era 3 vezes maior que o trabalho “B”.

TRABALHO “B”
Era um trabalho administrativo vinculado ao governo do estado.
O papel incluía principalmente gerenciamento de suprimentos e controle de estoque dentro de um ambiente institucional.

OS PRÓS: Embora ele nunca tenha trabalhado exclusivamente em uma função como essa antes, as principais responsabilidades são todas as atividades que fizera antes e gostava de fazer.
Ele estaria gerenciando seu próprio departamento mais uma vez e basicamente conseguiria organizar os processos com eficácia o dia todo.

Trabalhar com o governo lhe abririam muitas portas.
Haveria muitas oportunidades para se movimentar, ser promovido, e incluiria a estabilidade no cargo. Também conhecia pessoas que ocuparam esse cargo anos atrás, que ainda trabalhavam no mesmo prédio em uma função diferente.
Seriam pessoas de grande apoio e recurso inestimável para ele, bem como rostos familiares.

OS CONTRAS: A entrevista para este trabalho não correu muito bem, na sua opinião.

Sabe por quê?
Porque ele entrou na sala, sentindo-se tão confiante, mas saiu se sentindo muito chateado, confuso e arrasado, pois sua mente que mente lhe dizia: Que sua postura confiante tinha sido confundida com arrogância.
Ele ficou bastante chocado, me ligou, conversamos e eu o tranquilizei, pois segundo o que ele me contara, sua postura tinha sido importante, para o perfil do cargo.

Essa conversa o tranquilizou, mas não lhe tirou o espanto, quando ligaram para comunicar que a vaga era dele.

O trabalho também envolve trabalhar com pessoas que estão no sistema.
Não será tão despreocupado quanto em outros lugares em que trabalhou, pois estará exposto a muitas informações estritamente confidenciais diariamente.

Você deve estar pensando: Qual ele escolheu?

Bem, como já mencionei, não foi uma decisão fácil de tomar.
Um anúncio de emprego de uma página e uma entrevista de uma hora só podem dizer muito sobre um emprego e seu ambiente.

Há muitas incógnitas, e sua imaginação pode correr solta tentando preenchê-las – tanto para o bem quanto para o mal.
Seu coração estava lhe dizendo uma coisa, enquanto sua cabeça estava lhe dizendo outra.

No final, lembrou-se de uma história que eu lhe contara na Mentoria e que fez todo sentido no momento da escolha:

No emprego A: Ele poderia ser um “peixe grande em um pequeno lago”.
No emprego B: Ele poderia ser um “peixe pequeno em um grande lago”.

E eu lhe perguntei: José, qual peixe você quer ser?

Emocionado, ele me disse:

“Mel, na maioria dos meus papéis anteriores, eu fui o peixe grande.
E embora tenha tido suas vantagens, não cresci nessas funções. porque não havia espaço para crescer.
Para mim, isso fez com que o trabalho rapidamente se tornasse chato e repetitivo.
A única vez que realmente fui o peixe pequeno foi quando estava trabalhando na faculdade.
Mesmo que eu estivesse lá, apenas por um curto contrato, aprendi muito.
Eu cresci muito. E sempre havia algo novo acontecendo.

Aceitar o trabalho “A” será muito fácil.
Eu gostaria muito – no começo.

Mas, com o decorrer do tempo, visitando as mesmas escolas para fazer essencialmente a mesma apresentação, eu estaria pronto para seguir em frente. (Sem mencionar a solidão, estar longe de casa com tanta frequência.)

Em pouco tempo, eu provavelmente estaria de volta ao ciclo de vasculhar quadros de empregos, ajustar currículos, candidatar-me a entrevistas e potencialmente ser rejeitado novamente.

Por isso escolhi…. Trabalho “B”!

Mesmo que isso me assuste muito, que o salário seja 3 vezes menor que o “A”.

Mas não está na hora de encontrar um emprego que me assusta?
Algo que me desafia?

Trabalhar como motorista de aplicativo nos últimos tempos, com certeza não me desafiou, e não sei se o trabalho “A” também teria.

Foi a Decisão Certa?

Bem, é muito cedo para dizer – porque ainda não comecei.
Apesar de eu ter aceitado o cargo na segunda quinzena de outubro/2022, os empregos do governo têm um processo de contratação bastante demorado.

Eu não posso nem pisar no escritório principal até que minha verificação de antecedentes volte, o que pode levar de 4 a 12 semanas. (Eu não estava exagerando quando disse que era um ambiente estritamente confidencial!)

E acredito que haja – ainda – mais papelada para concluir.
Normalmente, esperar por esse telefonema me deixaria ansioso e agitado, mas estou um pouco preocupado com outra grande mudança de vida que está acontecendo em menos de 2 semanas.

Admito que duvidei da minha decisão momentaneamente quando disse ao trabalho “A” que aceitei outra oferta de emprego e tive que recusar.

A resposta do gerente de contratação foi algo como: “Não estou surpreso em saber que você teve outras ofertas, pois você é muito qualificado!” – o que me partiu um pouco o coração.

Eu tive muitos chefes horríveis no passado, era difícil me recusar de um que já tinha sido tão gentil e demonstrado apoio para tudo.

De qualquer forma, trabalhar em tempo integral e ter uma renda decente novamente é emocionante!

Desde que eu perdi meu emprego CLT, nos mudamos de casa várias vezes.

Sempre para uma casa menor.

Nunca ganhamos um bom dinheiro ao mesmo tempo, por isso enfrentamos muitas dificuldades financeiras – bastante significativas por causa disso.

Agora, eu me sinto mais EU, por ser capaz de cobrir nossas despesas, pagar nossas dívidas e ainda ter dinheiro sobrando será novo para nós e uma ótima maneira de começarmos nossa vida com planos de casa própria, novo carro e filhos.”

Querida Pessoa Líder, agora eu lhe pergunto:

Você já recebeu duas ofertas de emprego ao mesmo tempo?
Como você decidiu qual escolher?
Se você fosse José, você teria escolhido o trabalho “A” ou “B”?    

Mentoria do Autoconhecimento Mel MM é uma Jornada incrível e com resultados mensuráveis e duradouros, porque envolve a construção de um NOVO Mindset de prosperidade.

E onde há prosperidade, há saúde, há paz, há relacionamentos saudáveis, há amigos, há perspectivas, há mudança interna e transformações externas, há a presença do Eterno e a felicidade é visível.

Eu sempre digo a todos os meus mentorados: “Confie no processo e se duvidar de você, eu estou aqui confiando e reconhecendo LIDERANÇA em você.”

 

Se você DESEJA ter o SUCESSO que você merece…
Entre em contato comigo pelo WTS.

Mel Moura Moreno, liderança

Eu RE-conheço LIDERANÇA em Você. 🚀

Mel Moura Moreno

Analista Comportamental, Consultora e Mentora de Liderança e Gestão de Projetos (Pessoal, Carreira e Negócios).

email: contato@melmouramoneno.com / WTS https://wa.me/message/Z62XJ2FUMGXXB1

Leia também