Não à Censura

Cale-se ou Tempo Perdido

Esta poesia de Renato Russo, data do ano de 1986, ele era um leitor contumaz e a inspiração para essa canção vem de uma de suas leituras de Marcel Proust, em sua obra “Em busca do Tempo Perdido”, lançado em 1913.

Uma das frases célebres dessa obra registrar o momento de epifania que fará o narrador reconstituir sua vida, desde a remota infância até o momento presente, sua maturidade:

“Cessara de me sentir medíocre, contingente, mortal.
De onde me teria vindo aquela poderosa alegria?”
 

A cena é antológica, quando a personagem mergulha um pedaço de bolo, conhecido como Madeleine, numa xícara de chá, e permite-se transportar pela memória.

“Todos os dias quando acordo
Não tenho mais o tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo”

É sabido por todos que o passado é permanente, podemos dar novos significados a conteúdos traumáticos, através da psicoterapia, da hipnose, só isso.

Já, o presente é contingente, nele tudo é possibilidade, por “tenho muito tempo / temos todo o tempo do mundo.”

“Todos os dias antes de dormir
Lembro e esqueço como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder”

Uma prática saudável que sugIro na Mentoria do Autoconhecimentoconstruída e personalizada para cada cliente é, antes de dormir, passar a limpo o dia.

Lembrar o que foi vivido no dia, alinhar os pontos de avanço, os pontos de limitação e apontar o aprendizado do dia, as ações de avanço para o dia seguinte.

Após essa atividade, “sempre em frente / não temos tempo a perder”, afinal o sono é garantia de saúde mental e física, para que despertemos com força para realizar nossos objetivos.

“Nosso suor sagrado
É bem mais belo que esse sangue amargo
E tão sério e selvagem
Selvagem, selvagem”

“Nosso suor sagrado” remete à frase de Thomas Edison: “A genialidade é 1% inspiração e 99% transpiração.”
Uma alusão clara à nossa capacidade de criar, de sermos gênios e perseverantes em nossos objetivos.

“É bem mais belo que esse sangue amargo”, lembrando que a ditadura teve seu fim em 1985, um ano antes da criação dessa obra, numa menção à música Cálice, composta por Chico Buarque e Milton Nascimento.

Os versos: “como beber dessa bebida amarga”, trazia a referência à dificuldade de aceitar um cenário social onde as pessoas eram subjugadas e “caladas-censuradas” de forma selvagem, não se podia expressar ideias, sentimentos e atitudes contrárias ao poder militar.

Um convite ao leitor:

“Veja o sol dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega é da cor dos teus olhos
Castanhos”

Ver o sol é ver luz, cores dessa manhã tão cinza, é uma antítese da vida “a tempestade que chega é da cor dos seus olhos / Castanhos”, nos traz a possibilidade individual de ver, de entender a realidade: ver o sol? Ver a manhã cinza?
Tudo está na forma como você vê, encara a vida e seus desafios, tempestades.

“Então me abraça forte
Me diz mais uma vez que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo”

A necessidade de apoio, de união, para acreditar que o tempo cinza da ditadura, já passou. [será que não estamos diante da possibilidade de outra ‘ditadura’?]
Está distante. [Espero, desejo e farei a minha parte para que sim, tenha ficado no século passado.]

Afinal, “temos nosso próprio tempo”, para construir um novo cenário social, individual.

“Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes acesas agora
O que foi escondido é o que se escondeu
E o que foi prometido, ninguém prometeu”

Ter medo do escuro é uma atitude própria da criança, que – por não ver – preenche a escuridão com seres ameaçadores (nesse caso, volta da ditatura, por exemplo).

Por segurança, “deixe as luzes acesas”, para que eu possa ver. “o que foi escondido é o que se escondeu / e o que foi prometido, ninguém prometeu”.

Os crimes políticos sem solução (na época – muitas vezes sem corpos), as promessas feitas e não cumpridas, mas dissimuladas pelo poder de então.

“Nem foi tempo perdido
Somos tão jovens
Tão jovens, tão jovens”

Não foi Tempo Perdido para todas as pessoas que lutaram pelo final da ditadura militar.

O Brasil, na ocasião era jovem, poderia mobilizar os jovens, para a mudança.
Essa mobilização aconteceu, pois, a maioria da população, de modo apartidário foi às ruas pedindo Diretas Já.

E hoje, 39 anos depois, o Brasil precisa de maturidade, para entender o momento delicado que vive a Democracia.

O poder do voto, a eleição de pessoas, a corrupção descarada, a volta da censura veladamente explícita e conivente.

Não!

Não é inteligente fazer com que a música Cálice (Cale-se) [clique para ouvir e escutar] de Chico Buarque volte a ser o tema, decorando a nossa realidade em 2023.

“A bebida amarga” da mentira, da dissimulação, da corrupção, da irresponsabilidade, da ausência de moral e ética por suas obrigações funcionais e cidadania… Não.

“Pai, afasta de mim esse cálice

Como beber dessa bebida amarga?
Tragar a dor, engolir a labuta?
Mesmo calada a boca, resta o peito
Silêncio na cidade não se escuta
De que me vale ser filho da santa?
Melhor seria ser filho da outra
Outra realidade menos morta
Tanta mentira, tanta força bruta

Pai, afasta de mim esse cálice”

Eu acredito que: Não foi tempo perdido.
Não queremos mais o sacrifício de nos calar.
Mesmo que, censurados e exilados no passado – por conveniência – hoje digam SIM.
Hoje, quem possui sanidade mental, boa memória e valores morais e éticos reais diz: NÃO.

Podemos Não ser mais tão jovens, mas existem JOVENS inteligentes, para que – de modo apartidário – possa compreender as REAIS necessidades do país e apoiar o que é favorável para o Brasil respirar e iniciar uma fase de crescimento sustentável, de fato, “com as luzes acesas”, às claras, com as cartas na mesa.

Compartilhe este artigo musical com pessoas queridas que merece viver melhor O SEU MELHOR TEMPO sem ser vítima do CÁLICE.

Pense. Decida. Vote com a sua consciência, moral e ética!

Pertencimento

Semente Diária 14/10/2022

LÍDER:

“Você tem a família ideal para facilitar seu desenvolvimento.”

São tantos questionamentos, quando o assunto é família.
Este post não tem como objetivo rotular o sistema familiar. A pretensão é apenas abordar o Poder do Pertencimento.

Sim. É inegável que existem famílias disfuncionais.

Sim. Sim. É fato que existem famílias acolhedoras.

Sim. Sim. Sim.
É inquestionável que a ‘nossa’ família é ideal pra gente, sendo ela como for.

Sabe por quê?

Porque é na disfunção que se adquire a força para o ‘fazer diferente.’
Sendo assim, a gratidão é real.

Porque é na família acolhedora que – muitas vezes peca pelo excesso – onde encontramos o solo fértil para nos empoderarmos e ‘fazer diferente e melhor.’
Portanto, a gratidão é real e merecida.

Quando entendemos que nossas famílias fazem O MELHOR que sabem por nós, ganhamos a liberdade para construirmos algo NOVO e congruente com nossa perspectiva e conhecimento da realidade.

Agora, quer no sistema familiar, no ambiente profissional, no espaço religioso, no grupo de amigos, no clube, no espaço acadêmico, todos nós temos a necessidade de nos sentir PERTENCENTES.

Esse sentimento de pertença nos propicia a sensação de conforto mais poderosa que podemos experimentar.

Quando falo em pertença, refiro-me à necessidade básica de acolhimento através do contato físico, da comunhão de ideias, nas atitudes congruentes, no sentir-se amado/amada incondicionalmente.

Não estou falando do AMOR, por causa de…
Falo do Amor Incondicional, o amor genuíno, aquele amor apesar de…

Que poder o sentimento de pertencimento possui!

Ele possui a sabedoria que transcende as barreiras: social, moral, legal ou racional, por ser algo inconsciente, presente no nosso DNA.

Quando – por algum motivo – existe o rompimento desse ciclo de apoio, de confiança chamado pertencimento, a dor é dilacerante, imensa, sufocante.

É por esse motivo que – muitas vezes – renunciamos à nossa liberdade, até mesmo das nossas vidas em prol do clã, sem a compreensão exata e consciente de como isso acontece.

Vou compartilhar um fato da minha vida:
Após passar 4 anos fora do Brasil, estudando, numa época analógica: cartas demoravam semanas, o DDI era caríssimo, eu falava com meus pais apenas quinzenalmente por míseros 10 a 15min. Eu era uma jovem de 18 anos super apegada aos pais, aceitei o desafio, porque o privilégio de fazer o mestrado e doutorado – em Harvard – no fim dos anos 80 era para poucos, os eleitos. Eu era uma eleita e fui.

Quando retornei, meus amigos fizeram uma Mega festa, peguei o carro do papai e fui. Acabou a festa, fizemos a esticadinha para comer canja numa Padoca Bella Paulista, que funcionava 24h. Da canja, fomos para o café da manhã, sol das 7h da manhã. Comprei pão, leite, frios e fui para casa, sentindo-me de volta e aceita novamente na minha tribo.

Cheguei em casa. Meu pai de pijama e roupão com cara fechada. Minha mãe com os olhos inchados de chorar. Perguntei: “O que aconteceu?”

Minha mãe disse: “Com efeito, fia, você sai e volta essa hora?”
Eu disse rindo e com naturalidade: “Ah, mãe, dançamos, depois fomos tomar canja e ficamos para o café da manhã. Olha, trouxe pão fresco.”

Meu pai disse apenas isto com toda a mansidão: “Muito bem. Você está de volta ao lar. Aqui as regras continuam as mesmas, você pode chegar até a 1h da manhã. Se você quiser viver por si mesma, você tem emprego e boa remuneração, pode comprar e/ou alugar uma casa para você. O amor é o mesmo. O que você decide agora?”

Eu atônita respondi: “Quero ficar e topo seguir as suas regras.”

Fiquei gente!
Meu pai foi para a eternidade, fiquei com minha mãe.
Casei-me e só saí daquela casa, após sua partida para a eternidade.

Você, querida Pessoa Líder, me questionar: “Mel, por que você aceitou isso?”

A resposta é simples, curta e objetiva: “Necessidade de pertencimento.”
E, está tudo bem!

Pertencer à família sacia outra necessidade: Segurança.
Assim como pertencer a uma empresa, construir um negócio, participar de uma tribo de amigos, a um partido político, a um ambiente religioso é a força motriz para as nossas atitudes.

É o espaço onde construímos nossas vivências, experiências comuns, cotidianas, normais para cada ambiente, é onde temos uma posição na engrenagem, na hierarquia.

Algo que nos gruda, nos torna PARTE, mesmo que conscientemente saibamos, como disse Aristóteles, há mais de 2.500 anos: “O todo é maior que a soma das partes.”

É do todo que emana a Vida, a LUZ, nosso DNA, ou seja, a nossa programação original.

Estamos diante de um final de semana, aproveite-o para visitar os seus Sistemas de Apoio, Confiança e pertencimento.

Vá sem julgamentos!
Simplesmente, vá para ‘estar com as pessoas’ – ocupar-se com o emocional uns dos outros.
E, se a conversa tomar um rumo que você não aprecia, mude o rumo, ou sorria e finalize a visita com elegância, respeito e amor.

Você pertence a que grupo[s]? Comente comigo.

Estamos JUNTOS nesta jornada.
Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço acolhedor da Mel.

contexto

Liderança – Poder do contexto

LÍDER: Aprenda a enxergar o contexto

Nesse momento de incertezas no país e no mundo, necessitamos de uma visão geral, do contexto e a presença de um processo que envolva estratégia e negócios é imprescindível.

É sabido que os líderes precisam de espontaneidade para tomar diversas decisões, mesmo com fatores desconhecidos, porque a sobrevivência depende dessas escolhas cujos resultados são viáveis, independente da situação.

Você pode me perguntar: “Ok, Mel! Começo por onde?”

Querida Pessoa Líder, com uma atitude simples: PERGUNTAS.
Quando éramos crianças, apreendemos o mundo perguntado: O quê? Por quê? Como?

Graças à nossa educação e, para muitos as reiteradas vezes que ouviram algo parecido com:

“Chega de Perguntas!” “
Para com essa bobagem.”
“Um dia você descobre.”
“É assim, porque é assim.”
“Criança chata, perguntelha.”

Fomos perdendo o hábito de perguntar, até mesmo na escola, lembro-me que o aluno que fazia muitas perguntas, era considerado chato, ‘burrinho’ – até mesmo pelos professores.

Sendo que todas as correntes pedagógicas enaltecem o hábito de perguntar o que você quer saber como parte do processo de aprendizado de longo prazo.
Aliás – até Sócrates falou da importância do ato de perguntar.

Então, vamos lá, sugiro que você faça estas 6 perguntas primeiro para si mesmo.
Responda-as com objetividade e verdade.
Depois, faça-as para seus familiares, colegas de equipe e amigos.

Explore essas ideias, para que você tenha uma visão de contexto.

  1. O que está acontecendo no nosso mundo hoje?
  2. O que esse[s] acontecimento[s] significam para nós?
  3. O que esse[s] acontecimento[s] significando para os outros?
  4. O que tem de acontecer primeiro para que tenhamos os resultados desejados, as mudanças que você quer [que queremos]?
  5. Qual é o nosso papel de agentes transformadores nesse contexto?
  6. Qual é a primeira atitude que você deve [que devemos] ter?

 

Quando você trabalha com essas 6 perguntas, você tem uma visão ampla:

a) Dos anseios da família e amigos;
b) Da abordagem ideal para avaliar e viabilizar que a empresa ganhe dinheiro, melhore seus resultados.

Trata-se de um processo interativo que enfatiza as suas habilidades mentais de líder, para ver e enxergar de maneira qualitativa como o mundo está mudando – quase sempre incluindo as perspectivas das pessoas a sua volta.

Na verdade, é uma grande mudança de paradigma para os Líderes acostumados às velhas regras práticas, pois transcende as crenças gravadas na mente de muitos profissionais, executivos, líderes de equipe.

Essa atitude representa que você abre mão da confiança habitual e linear do “time que está ganhando não se mexe” – nesse caso atitudes que sempre deram certo, continuam e continuarão dando certo.

Você está propondo uma nova mentalidade capaz de perceber tendências de modo ágil, entendê-las, mesmo que sejam garantia de sucesso automático.

Pelo contrário, o sucesso de toda estratégia depende do rigor e da disciplina no processo de implantação, visualizando as mudanças, deduzindo ações específicas, para implementar o seu Projeto Pessoal, carreira, negócios.

Faz sentido para você essa ferramenta?

Equipe no lar e na empresa

Semente Diária 16/06/2022

LÍDER:

Vivemos em equipe, desde que nascemos!

Tudo começou com o trabalho de equipe bem-sucedido de nosso papai com nossa mãe.
Evoluiu para a parteira ou equipe médica com nossa mãe.
Aí só fez crescer a nossa equipe familiar, parental, religiosa, escolar, vizinhança, colegas, amigos…

Sempre estivemos em equipe, afinal todo ser humano é líder, logo precisa de mais pessoas para exercerem sua liderança e compartilhar.

Estamos num feriado prolongado, mesmo que você esteja trabalhando, o ritmo desacelera e gera novas oportunidades para você EXERCITAR sua LIDERANÇA AUTÊNTICA.

Comece dialogando com crianças, idosos, pets.
Um exercício incrível de descoberta e respeito do TIME de cada um.

São diálogos ricos, poderosos, porque:

  • os idosos: são carregados de aprendizados e suas histórias contam de um tempo analógico, onde rebeldia e avanço tinham outras conotações. OUVIR E ESCUTAR o idoso, nos coloca num tempo de ponderação, do andar mais lento, das partilhas e ensinamentos.
  • as crianças: nos inquietam, fazem-nos lembrar da criança que fomos, dos nossos sonhos, fantasias e desejos, nossas peraltices e a necessidade de EDUCAR sem gritos, sem palmadas, mas com ideias e exemplos. Crianças são convites para brincadeiras, gargalhadas, corridas.
  • os pets: Ah, essa moçada nos ensina com o olhar, com o jeitinho próprio de cada um, de cada espécie. Eles compartilham SABEDORIA, o respeito ao nosso jeito de mandar, de pegar, apertar, de falar. Nessa sabedoria está o AMOR INCONDICIONAL pela pessoa que somos, sem julgamentos.

Sim.
Vivemos em equipes, temos a oportunidade de
ensinar e aprender o tempo todo,
todo o tempo com todo SER VIVENTE.

Esse aprendizado é de grande valia para todos os setores da nossa vida.
Pense nisso.

 

Estamos juntos nesta Jornada.

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você! 🚀

Abraço Motivador da Mel.

A Arte de Empreender

Semente Diária 15/06/2022

LÍDER:

Você está fazendo o que tem de ser feito?
Pare de pensar em morrer na praia.

Eu sei e como sei!!!! Todas pessoas que empreendem conhecem bem essa dor.

Quando falo em pessoas que empreendem, refiro-me às pessoas que, na vida pessoal, na vida profissional, na construção de um negócio: decidem realizar (tarefa difícil e trabalhosa); colocam em execução; realizam.

Na vida pessoal empreende-se em: todos os relacionamentos afetivos saudáveis configuram empreendimento, inclusive o maior deles, educar pessoas para serem cidadãs conscientes, éticas, responsáveis, saudáveis, prósperas.

Na vida profissional, empreender significa: ir além da capacitação técnica, acadêmica; é descobrir e explorar suas competências, habilidades e colocá-las a serviço da equipe, da empresa, sempre visando ao crescimento profissional, através do mérito e dos resultados.
Na vida dos negócios, empreender consiste em: ousar construir uma empresa do 1 [um] microempreendedor individual, a partir de 2[dois] sócios-parceiros até – como se diz – no Brasil: “O céu é o limite.”
Querida pessoa Líder, nós sempre DECIDIMOS os próximos passos nas nossas diversas jornadas, isso é empreender.

Agora, atente para o seguinte

Em raríssimas exceções, aliás, eu não conheço nenhum caso, nesses 30 anos trabalhando com Lideranças, quem tenha começado um empreendimento [pessoal, profissional, empresarial] e tenha tido sucesso rápido, sem dificuldades no decorrer da jornada.

Portanto, tenha clareza solar de que:

Quando você faz o que precisa ser feito,
as barreiras acontecem, ensinam e fortalecem –
até o sucesso acontecer.

Mantenha a CONS-TÂN-CIA, o medo apareceu?
Entenda-o respeitosamente. Permita que o medo caminhe ao seu lado junto com a coragem.
A coragem que se origina da convicção de que VALE A PENA todo o esforço, todo o trabalho, toda a dedicação.

Está tudo certo, siga e celebre, ampliando sua área de atuação.
Deu ruim? Pare, analise, aprenda com o erro. Comece novamente com alegria.

Bateu insegurança?
Procure ajuda, eu posso ajudar você. Clique e fale comigo.

Faça até dar certo, porque quando der? O sabor do Sucesso é insubstituível.

 

Estamos juntos nesta Jornada.

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você! 🚀

Abraço Motivador da Mel.

União de competências

Semente Diária 13/06/2022

LÍDER:

Cada vez mais devemos nos afastar de julgamentos retrógrados:

  • Preconceito contra mulheres (machismo, misoginia ou sexismo)
  • Preconceito social (classismo)
  • Preconceito racial, étnico (racismo)
  • Preconceito contra pessoas trans (transfobia)
  • Preconceito contra homossexuais (homofobia)
  • Preconceito contra judeus (antissemitismo)
  • Preconceito religioso (intolerância religiosa)
  • Preconceito contra gordos (gordofobia)
  • Preconceito contra deficientes físicos (capacitismo)
  • Preconceito contra estrangeiros (xenofobia)
  • Preconceito contra idade (etarismo)

O próprio nome diz: PRÉ – CONCEITO, ou seja, uma IDEIA concebida ANTES de conhecer a pessoa com suas competências, habilidades, valores morais e éticos expressos em suas Atitudes.

Quando você assume sua liderança autêntica, você para de olhar a pessoa pela aparência e passa a ENXERGÁ-LA na totalidade, em sua essência pessoal e profissional.

Com esse olha íntegro de LÍDER, você pode participar e/ou construir equipes poderosas nas quais unir competências significa estar com Atenção Plena para o mais importante o potencial humano de transformação e obtenção dos resultados esperados.

E todas as barreiras que sempre aparecem, transformam-se em TRAMPOLINS.

Faz sentido adotar este novo hábito? Comente comigo.

 

Estamos juntos nesta Jornada.

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você! 🚀

Abraço acolhedor da Mel.

constelação familiar

Semente Diária 01/06/2022

LÍDER:

Família é uma PARCERIA poderosa.

Afinal, é a constelação da qual somos parte.
Cada família possui algumas crenças inibidoras, castradoras e limitadoras do sucesso.
Essas crenças enfraquecem a pessoa.

Lembre-se sempre de nunca se esquecer de lembrar que:
Sua família fez e faz o melhor que sabe. Ponto final.

Agora, você, LÍDER, sabe que nem tudo colabora para que você voe, para que você prospere, para que você se liberte.
Essa consciência propicia a você clareza, para entender seus pais e ser-lhes grato[a] pelo presente da vida.

A partir disso, você pode e deve construir a sua história!

Portanto:
Pegue tudo o que traz FORÇA e use no desenvolvimento de seus projetos.

Pare de ficar se lamentando, culpando seus pais.
Trago aqui a canção de Renato Russo: Pais e Filhos para ouvir e refletir:

“Você me diz que seus pais não entendem
Mas você não entende seus pais
Você culpa seus pais por tudo
Isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser
Quando você crescer

É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Porque se você parar pra pensar
Na verdade não há”

 

Temos o hoje, novos hábitos começam agora e florescem em REALIZAÇÕES!

Estamos juntos nesta Jornada.

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você! 🚀

Abraço Motivador da Mel.

Liderança e Chefia

Posicione-se: Chefe ou Líder?

Mentora e Coach de Liderança

O que distingue você como LÍDER? Não é a posição que você ocupa. São suas atitudes congruentes com o que pensa e fala.

Sempre começo minhas conversas com os LÍDERES por esse pensamento. Trabalho há 30 anos com PESSOAS, portanto com LÍDERES que me procuram por três grandes motivos: Vida Pessoal. Vida Profissional-Carreira. Vida Empreendedora-Negócios. 1) Vida Pessoal. Uma pessoa que busca Autoconhecimento para fazer a Gestão de seu Projeto de Vida com saúde, positividade, empatia e prosperidade, no sentido amplo e completo é uma pessoa especial e inteligente. Ela precisa entender a sua posição nos relacionamentos, assim como estabelecer vínculo real entre o que pensa, o que sente, o que fala e a maneira como age. Esse engenhoso universo define como ela vinha vivendo até que iniciamos uma Jornada juntos.

PARE de focar no dinheiro, ou na posição! Foque em COMO você está vivendo.

2) Vida Profissional-Carreira. Pessoas em início de carreira, com uma estrada percorrida, querendo mudar de carreira ou ascender profissionalmente. Todas lideranças carecem conhecer-se, para que reconheçam suas forças e seus pontos de melhoria, suas habilidades, competências, inteligências profundamente. Com essa compreensão, passam a reconhecer seu propósito e entender como construir seu Projeto de Gestão de Carreira com equilíbrio, consistência e excelência. Em sua carreira, você é a pérola da concha, ou seja, o modelo precioso de pessoa que integra uma empresa e compõe uma equipe. Você quer reconhecimento pessoal e financeiro? Excelente. Comece agora, onde você está a AGIR como deve agir o LÍDER na posição almejada.

PARE de focar no dinheiro, ou na posição! Foque em COMO você está vivendo.

3) Vida Empreendedora-Negócios. Empreendedores. Empresários já são Líderes de outras pessoas, seus funcionários, seus colaboradores, seu time. Acontece que entender do seu nicho de mercado, do seu produto, nem sempre abrange as melhores estratégias de Contratação e Desenvolvimento de Recursos Humanos, assim como não abraça as estratégias para a Gestão de Projetos de Crescimento Sustentável para a empresa, o negócio. Crescer, prosperar, obter resultados positivos escaláveis significa administrar: Recursos Humanos, Recursos Financeiros, Marketing entre outros. Agora, antes de tudo a grande PEDRA de ALICERCE do negócio, da empresa é o seu CEO, quem é responsável. Essa pessoa, não mais pode subestimar seu colaborador, tratá-lo como mobiliário. Ser Gestor numa empresa de pequeno, médio e grande porte demanda CONHECIMENTO de Administração, marketing, finanças, além do seu produto, ele deve ser MODELO para todo o time.

PARE de focar no dinheiro, ou na posição! Foque em COMO você está vivendo.

Chefe Autoritarismo Quem fica FOCADO na posição é aquela pessoa que busca CHEFIAR pessoas. São pessoas que – ainda – possuem o ranço do autoritarismo e do abuso de poder. Esse perfil tão presente nos dias atuais, está em queda. Por isso, se você se reconhece como ‘dono da verdade’, aquele que subestima outras pessoas pelos mais diversos motivos, pouco nobres. Esteja ciente de que você é obsoleto para empresas que visam ao crescimento progressivo e saudável de valorização do colaborador, mais do que recurso humano, como agente de mudança e edificação de uma empresa sustentável e lucrativa. Liderança Autêntica Já, se você valoriza a Pessoa, o diálogo, a Gestão de Conflitos, o Poder da equipe, você é uma LIDERANÇA AUTÊNTICA – o tempo não passa para você. Hierarquicamente, você ocupa uma posição por mérito. Ocupa-se de motivar, de valorizar cada jogador da sua equipe, porque você reconhece o valor de cada um, o poder da individualidade na construção dos resultados esperados, mensuráveis, atingíveis e, por que não dizer: suplantáveis. Você entende que é parte da equipe, uma parte importante como mentor[a], pois cabe a você a percepção de construir um clima propício, para que cada um se desenvolva 100%, com satisfação pela atividade, pelo plano de carreira, pelos resultados.

Chefe ou Líder: Eis a questão.

Muitas vezes, você não foi preparado emocionalmente para SER LÍDER, por conta de um sistema de crenças familiares. Sendo assim, você tende à Autossabotagem e não evolui. Pode ser que sua educação com tendências militares, machistas apontem para uma postura de CHEFIAR. E que todos batam continência diante da sua pessoa, das suas decisões. Está tudo bem! Você pode mudar essa postura, porque ela é um hábito que vem de um comportamento. Você pode mudar, se quiser, basta que você faça um processo de AutoConhecimento sério que lhe ajude a construir um Projeto de Gestão de Vida, para que você possa ter sucesso no mundo corporativo, nos negócios, onde você quiser. Eu terei o maior contentamento em ajudar-lhe. Clique aqui e marque uma conversa comigo. Ou, envie uma mensagem para meu WhatsApp: [11] 9 7607-1529 clique aqui Eu RE-conheço LIDERANÇA em você! 🚀

ócio criativo

Lazer no Lar

O fim-de-semana promete frio. Frio remete clima intimista.
Clima intimista representa: aconchego, boa conversa, boa companhia.

A dica de lazer para este findi é caseiro.

Cozinhar em família é uma atividade divertida, saborosa, pode e deve ser partilhada com
as crianças a partir dos 5 anos.

Traz um clima de cooperação para um encontro de amigos, ou um momento a dois.

Vamos às opções:

  1. Com as crianças: pizzinhas. Montando uma linha de produção;
  2. A dois: uma massa regada a vinho (suco…) e boa conversa.
  3. Amigos: partilhar os ingredientes e experimentar uma receita nova para todos.

Fechando a noite com um bom filme com direito a bate-papo no final:

  1. Cine BabyCoaching: Divertidamente, uma animação primorosa apresenta as emoções,
    como elas se relacionam, manifestam e seu poder construir ou destruir as pessoas, seus sonhos.
    Permite conversar ludicamente com as crianças e saber um pouco mais sobre elas e sobre os você mesmo.
  2. Cine Coaching: The Help (Histórias Cruzadas), uma obra sensível, aborda a questão da
    segregação racial nos EUA.
    Atente para o episódio da “torta de chocolate”, rende muitas reflexões sociais, culturais, emocionais e risos.

Faça uma selfie com seus amigos e parceiros na culinária e publique com seus comentários sobre essa vivência.

 

Feliz Findi para todos nós!

Estamos Juntos nesta Jornada! 🚀

Mel Moura Moreno

Comente comigo suas impressões sobre este artigo. 🚀

Abraço Fraterno da Mel. 🌻

 

Liderança

Semente Diária 18/05/2022

⚜Pessoa, fuja das crenças limitantes do sexismo: homens contra mulheres.

LIDERE com AUTENTICIDADE
reconhecendo que homens e mulheres possuem competências, habilidades que se somam e geram crescimento VELOZ.

Somos seres individuais, portanto com características próprias, algumas são congruentes com nosso gênero; outras não.

Como LÍDER na própria vida, na carreira e nos empreendimentos, cabe a você, reconhecer suas próprias competências, habilidades e inteligências, para que SAIBA reconhecer nos seus relacionamentos, nos seus colegas e superiores, bem como em sua equipe as competências, habilidades e inteligências individuais.

Desse modo TODOS GANHAM, porque você trabalha em PARCERIA, em TIME, em EQUIPE e nesse sistema próspero e bem-sucedido, todos são mestres e aprendizes, evoluindo juntos, porque acontece a evolução individual.

Faz sentido para você essa argumentação?

 

Estamos Juntos nessa Jornada.

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você! 🚀

Abraço Parceiro da Mel.