Poder da Autoliderança

Semente Diária 11/11/2022

Líder:

Sua Liderança começa em você!

Eu sei que pode parecer clichê, mas é uma realidade inquestionável, cito a frase de Mahatma Gandhi: “Seja a mudança que você quer ver no mundo.”

É sobre isso!

Se você quer ser amado[a] por alguém: Ame-se primeiro.

Se você quer ensinar alguém: Domine o conhecimento.

Se você quer ter sucesso: Trabalhe até dar certo.

Se você quer ajudar o mundo: Ganhe dinheiro para compartilhar.

Se você quer respeito: Respeite a todo ser vivente.

Portanto, se você quer exercer uma LIDERANÇA EFICIENTE, EFICAZ com RESULTADOS RELEVANTES, aprenda a se LIDERAR.

  1. Vença a procrastinação.
  2. Seja organizado[a] nas mínimas coisas da sua vida.
  3. Seja pontual em seus compromissos.
  4. Aprenda o poder do diálogo não-violento.
  5. Entenda que as pessoas são diferentes e poderosas.
  6. Respeite a opinião de cada pessoa.
  7. Tenha metas para sua vida.
  8. Que Ética seja um VALOR importante para você.
  9. Desenvolva a empatia.

Você pode estar pensando: “Essa Mel, pensa que é fácil!”

Eu lhe digo: “Eu penso que existem dificuldades que podem – com certeza -serem vencidas.”

Analise sincera e profundamente do que você precisa:

  1. Cursos para aperfeiçoar seus conhecimentos técnicos;
  2. Atividade física para desestressar;
  3. Fazer uma mentoria do Autoconhecimento para entender e curar suas limitações.

Lembre-se sempre de nunca se esquecer de lembrar:

Você sempre PODE escolher o caminho mais curto, ético e bem-sucedido.
Apenas esteja ciente de que terá que investir MUITO:
trabalho, dedicação, disciplina, perseverança, amor e alegria no processo.
Isso se chama: AutoLiderança.

 

Estamos JUNTOS nesta jornada.

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço Empoderador da Mel.

Não à Censura

Cale-se ou Tempo Perdido

Esta poesia de Renato Russo, data do ano de 1986, ele era um leitor contumaz e a inspiração para essa canção vem de uma de suas leituras de Marcel Proust, em sua obra “Em busca do Tempo Perdido”, lançado em 1913.

Uma das frases célebres dessa obra registrar o momento de epifania que fará o narrador reconstituir sua vida, desde a remota infância até o momento presente, sua maturidade:

“Cessara de me sentir medíocre, contingente, mortal.
De onde me teria vindo aquela poderosa alegria?”
 

A cena é antológica, quando a personagem mergulha um pedaço de bolo, conhecido como Madeleine, numa xícara de chá, e permite-se transportar pela memória.

“Todos os dias quando acordo
Não tenho mais o tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo”

É sabido por todos que o passado é permanente, podemos dar novos significados a conteúdos traumáticos, através da psicoterapia, da hipnose, só isso.

Já, o presente é contingente, nele tudo é possibilidade, por “tenho muito tempo / temos todo o tempo do mundo.”

“Todos os dias antes de dormir
Lembro e esqueço como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder”

Uma prática saudável que sugIro na Mentoria do Autoconhecimentoconstruída e personalizada para cada cliente é, antes de dormir, passar a limpo o dia.

Lembrar o que foi vivido no dia, alinhar os pontos de avanço, os pontos de limitação e apontar o aprendizado do dia, as ações de avanço para o dia seguinte.

Após essa atividade, “sempre em frente / não temos tempo a perder”, afinal o sono é garantia de saúde mental e física, para que despertemos com força para realizar nossos objetivos.

“Nosso suor sagrado
É bem mais belo que esse sangue amargo
E tão sério e selvagem
Selvagem, selvagem”

“Nosso suor sagrado” remete à frase de Thomas Edison: “A genialidade é 1% inspiração e 99% transpiração.”
Uma alusão clara à nossa capacidade de criar, de sermos gênios e perseverantes em nossos objetivos.

“É bem mais belo que esse sangue amargo”, lembrando que a ditadura teve seu fim em 1985, um ano antes da criação dessa obra, numa menção à música Cálice, composta por Chico Buarque e Milton Nascimento.

Os versos: “como beber dessa bebida amarga”, trazia a referência à dificuldade de aceitar um cenário social onde as pessoas eram subjugadas e “caladas-censuradas” de forma selvagem, não se podia expressar ideias, sentimentos e atitudes contrárias ao poder militar.

Um convite ao leitor:

“Veja o sol dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega é da cor dos teus olhos
Castanhos”

Ver o sol é ver luz, cores dessa manhã tão cinza, é uma antítese da vida “a tempestade que chega é da cor dos seus olhos / Castanhos”, nos traz a possibilidade individual de ver, de entender a realidade: ver o sol? Ver a manhã cinza?
Tudo está na forma como você vê, encara a vida e seus desafios, tempestades.

“Então me abraça forte
Me diz mais uma vez que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo”

A necessidade de apoio, de união, para acreditar que o tempo cinza da ditadura, já passou. [será que não estamos diante da possibilidade de outra ‘ditadura’?]
Está distante. [Espero, desejo e farei a minha parte para que sim, tenha ficado no século passado.]

Afinal, “temos nosso próprio tempo”, para construir um novo cenário social, individual.

“Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes acesas agora
O que foi escondido é o que se escondeu
E o que foi prometido, ninguém prometeu”

Ter medo do escuro é uma atitude própria da criança, que – por não ver – preenche a escuridão com seres ameaçadores (nesse caso, volta da ditatura, por exemplo).

Por segurança, “deixe as luzes acesas”, para que eu possa ver. “o que foi escondido é o que se escondeu / e o que foi prometido, ninguém prometeu”.

Os crimes políticos sem solução (na época – muitas vezes sem corpos), as promessas feitas e não cumpridas, mas dissimuladas pelo poder de então.

“Nem foi tempo perdido
Somos tão jovens
Tão jovens, tão jovens”

Não foi Tempo Perdido para todas as pessoas que lutaram pelo final da ditadura militar.

O Brasil, na ocasião era jovem, poderia mobilizar os jovens, para a mudança.
Essa mobilização aconteceu, pois, a maioria da população, de modo apartidário foi às ruas pedindo Diretas Já.

E hoje, 39 anos depois, o Brasil precisa de maturidade, para entender o momento delicado que vive a Democracia.

O poder do voto, a eleição de pessoas, a corrupção descarada, a volta da censura veladamente explícita e conivente.

Não!

Não é inteligente fazer com que a música Cálice (Cale-se) [clique para ouvir e escutar] de Chico Buarque volte a ser o tema, decorando a nossa realidade em 2023.

“A bebida amarga” da mentira, da dissimulação, da corrupção, da irresponsabilidade, da ausência de moral e ética por suas obrigações funcionais e cidadania… Não.

“Pai, afasta de mim esse cálice

Como beber dessa bebida amarga?
Tragar a dor, engolir a labuta?
Mesmo calada a boca, resta o peito
Silêncio na cidade não se escuta
De que me vale ser filho da santa?
Melhor seria ser filho da outra
Outra realidade menos morta
Tanta mentira, tanta força bruta

Pai, afasta de mim esse cálice”

Eu acredito que: Não foi tempo perdido.
Não queremos mais o sacrifício de nos calar.
Mesmo que, censurados e exilados no passado – por conveniência – hoje digam SIM.
Hoje, quem possui sanidade mental, boa memória e valores morais e éticos reais diz: NÃO.

Podemos Não ser mais tão jovens, mas existem JOVENS inteligentes, para que – de modo apartidário – possa compreender as REAIS necessidades do país e apoiar o que é favorável para o Brasil respirar e iniciar uma fase de crescimento sustentável, de fato, “com as luzes acesas”, às claras, com as cartas na mesa.

Compartilhe este artigo musical com pessoas queridas que merece viver melhor O SEU MELHOR TEMPO sem ser vítima do CÁLICE.

Pense. Decida. Vote com a sua consciência, moral e ética!

Mudança

Mudança em 5 fases

Quando o assunto é mudança, muitos de nós sente um frio na espinha e ficam paralisados; outros, respiram fundo e enfrentam.

O fato é que a mudança é geralmente um desafio e que em tempos de mudanças amplas, disruptivas e inevitáveis, gera inquietação.
Não estou falando de você, querida pessoa leitora, nem tão pouco de mim, eu me refiro à maioria de nós.

Este artigo quer refletir sobre como podemos desenvolver a qualidade de sermos bons em mudanças – preferencialmente aquelas que acontecem em nossa vida e vêm vestidas de crise.

A partir de muitos estudos sobre a Psicologia, a Neurociência, entendo que experimentamos de 5 fases, quando nos deparamos com uma mudança que não provocamos, mas que se apresenta diante de nós.

1. O Susto – a Ruptura – Saída da Zona de Conforto.
Diante da notícia, sentirmos medo, pânico é normal, por isso passamos pelo estado de cegueira.
Um estado de espírito que turva nossa mente racional e não conseguimos ver a situação com objetividade e exatidão.
É o momento de profundo desespero, e que nos exige compulsoriamente que saiamos de nossa rotina, do conhecido.
Sentimo-nos totalmente fragilizados, buscamos por soluções imediatas, afinal temos de nos livrar daquela ruptura – o mais rápido possível – porque temos a necessidade de segurança.
E, por desconsiderarmos todas as variáveis, nossas decisões são prejudiciais.

Você pode me perguntar: Mel, por que ficamos aprisionados no modo Susto?

Eu lhe respondo de três maneiras:
A primeira: fomos educados aceitar as perdas e não os ganhos, então o modo pânico representa que a PERDA é mais visível e perceptível; enquanto o ganho não.
Eis a primeira grande batalha interna, combater o sentimento de perda, vislumbrando os possíveis ganhos.

A segunda:
a crença de que ontem foi melhor do que hoje.
Essa crença nos aprisiona no passado e criamos verdades distorcidas que justifique, porque era melhor, com isso nos fechamos para todas as oportunidades que o AGORA nos fornece.

A terceira: estamos onde estamos por mera sorte: “Estou no lugar certo e na hora certa.”
Como pode ser o inverso, somos azarados por estarmos naquele lugar e hora.
Diante desse contexto, devemos parar por alguns minutos, respirar profundamente algumas vezes e nos perguntar:
1. Em outros processos de mudanças: o que eu superei?
2. Quais foram as habilidades que usei e que – ainda – as possuo agora?
3. Quais os conhecimentos que tenho agora e não possuía naquela época?

Com as respostas a essas 3 perguntas, começamos a delinear o caminho para prosseguirmos, controlando o reflexo do susto, nosso medo.

2.  Resiliência = adaptação 
Diante da mudança, nos perguntamos: “O que está acontecendo comigo?”

CUIDADO!!! 
Esse é um pensamento improdutivo e que nos faz vítimas, não temos controle, apenas reagimos.
Somos tomados pelo raciocínio de que a mudança é assustadora e que durará para sempre, sermos mudados – também – por ela de maneira irreversível.
Essa possibilidade da perda de identidade nos apavora, afinal: “Quem somos nós?”

Acontece que não somos o que fazemos.
Somos, porque fazemos, agimos e entendemos os nossos motivos.
Precisamos ampliar nossa perspectiva para nos adaptarmos à mudança enfrentada.

E temos a tendência a nivelar o pensamento dos outros com os nossos, mesmo sabendo que isso que não acontece.
Entenda de uma vez por todas que diante da mudança, precisamos olhar além do previsível, esse é o motivo pelo qual devemos entender que o momento é de consciência e não de dor.

Por exemplo: a mudança é você trabalhar numa nova empresa.
Concentre-se – apenas – no que está realizando agora, qualificando-se para executar as atividades com excelência, manifestando gratidão pela atividade e pela empresa atual.
Isso significa que você está se preparando para a nova empresa, para sua promoção.

Lembre-se de que fazer metas deve funcionar como motivação, não como limitação.
As metas representam uma direção, não é um mapa e não pode definir toda a sua jornada.
Olhe para frente com muito cuidado, para que não perca todas as possibilidades que lhe cercam de aprender e se superar.

3.    Novo Normal = Sobrevivência 
Essa sobrevivência é conhecida por todos nós, brasileiros que enfrentamos a Pandemia e ficamos isolados praticamente 2020.
Quando pudemos sair às ruas, entendemos que estávamos vivendo o NOVO NORMAL, pois estávamos vivos.
O período sobrevivência, ou novo normal é o outro estado temporário na jornada da vida.

Portanto, se quisermos assumir uma mudança, temos de ‘identificar partes de nossas experiências antigas que não mudam e utilizá-las para reformular a nova oportunidade diante de nós.

É normal que algumas circunstâncias nunca mudam e, podem desempenhar um papel fortalecedor e em nossa mudança atual.
A adaptação acontece analisando as circunstâncias como elas são – no aqui-agora – não como elas foram no passado.
Aproveite o momento para se perguntar: “Para que serve isso?”

Evite a tentativa de parar, de controlar a mudança iminente, quando nos perguntamos ‘para que serve isso?
Abre-se diante de nós um leque de oportunidades e dá-nos um novo propósito e maneira de se fazer presente no mundo.
Quando se entra no ciclo de falar sobre o que se gosta: “No meu tempo…” “Na minha época…”

Deve-se fazer a pergunta: Qual é o meu tempo?
Se você começar a perder a paciência com uma conversa, pergunte-se: “Para que serve esta conversa afiada?”

Enfatizo que “tudo é aula.”
As inovações tecnológicas, as atividades atuais, as conversas, tudo pode gerar aprendizado, crescemos muito quando interagimos.

4.    Sem Retorno = O Inexorável 
Fala sério, se lhe contassem de modo profético que o mundo inteiro, sem exagero, iria ficar em confinamento em casa até março de 2020 você diria: “Isso é impossível!”

E vimos o impossível tornar-se real, sem oportunidade de retrocesso.
Vale a pena ressaltar que a verdadeira oportunidade existe no desconhecido, reconsiderar o impossível.
Dê uma olhada crítica em tudo que você descarta, desvaloriza.

Falo de tudo que pensávamos ser impossível, ilógico, difícil demais, radical em excesso, intensamente ridículo para sequer considerarmos e explorarmos se – de fato – elas eram oportunidades o tempo todo.

Querida Pessoa Líder, se você está procurando uma vantagem competitiva, pergunte-se: “É real?”

Considerando que superficialmente pensamos que sabemos tudo, mas na verdade sempre existem outras camadas acontecendo.

O poder das perguntas, viabiliza o detalhar de qualquer diferença fundamental.

Essa técnica aplica-se – também – para a vida pessoal dessa forma:Posso estar insatisfeito[a] com meu trabalho, com minha empresa, essa insatisfação me permite – na verdade – descobrir, porque estou sendo pressionado[a] a identificar melhor o que eu amo e como persegui-lo.” 

5. Dinâmica
Obviamente que nem toda mudança é boa; toda mudança é certa.
E diante dela, temos de nos posicionar para passar pelas 4 fases rapidamente.

Pare de perder tempo, em vez de se definir com firmeza: “Eu sou isso!” “Eu faço aquilo.”

Ocupe-se em reconhecer que: Tudo o que fazemos, assim como tudo o que somos, é simplesmente a próxima coisa de uma longa fila.

Tudo é a próxima coisa, num eterno continuar de sucessos (avanços) e fracassos (aprendizados), portas que se abrem e se fecham.

Aproveite este momento para identificar qual é a mudança diante de você, use o conhecimento adquirido aqui e com suas vivências como facilitadores.

Boa Mudança! 

contexto

Liderança – Poder do contexto

LÍDER: Aprenda a enxergar o contexto

Nesse momento de incertezas no país e no mundo, necessitamos de uma visão geral, do contexto e a presença de um processo que envolva estratégia e negócios é imprescindível.

É sabido que os líderes precisam de espontaneidade para tomar diversas decisões, mesmo com fatores desconhecidos, porque a sobrevivência depende dessas escolhas cujos resultados são viáveis, independente da situação.

Você pode me perguntar: “Ok, Mel! Começo por onde?”

Querida Pessoa Líder, com uma atitude simples: PERGUNTAS.
Quando éramos crianças, apreendemos o mundo perguntado: O quê? Por quê? Como?

Graças à nossa educação e, para muitos as reiteradas vezes que ouviram algo parecido com:

“Chega de Perguntas!” “
Para com essa bobagem.”
“Um dia você descobre.”
“É assim, porque é assim.”
“Criança chata, perguntelha.”

Fomos perdendo o hábito de perguntar, até mesmo na escola, lembro-me que o aluno que fazia muitas perguntas, era considerado chato, ‘burrinho’ – até mesmo pelos professores.

Sendo que todas as correntes pedagógicas enaltecem o hábito de perguntar o que você quer saber como parte do processo de aprendizado de longo prazo.
Aliás – até Sócrates falou da importância do ato de perguntar.

Então, vamos lá, sugiro que você faça estas 6 perguntas primeiro para si mesmo.
Responda-as com objetividade e verdade.
Depois, faça-as para seus familiares, colegas de equipe e amigos.

Explore essas ideias, para que você tenha uma visão de contexto.

  1. O que está acontecendo no nosso mundo hoje?
  2. O que esse[s] acontecimento[s] significam para nós?
  3. O que esse[s] acontecimento[s] significando para os outros?
  4. O que tem de acontecer primeiro para que tenhamos os resultados desejados, as mudanças que você quer [que queremos]?
  5. Qual é o nosso papel de agentes transformadores nesse contexto?
  6. Qual é a primeira atitude que você deve [que devemos] ter?

 

Quando você trabalha com essas 6 perguntas, você tem uma visão ampla:

a) Dos anseios da família e amigos;
b) Da abordagem ideal para avaliar e viabilizar que a empresa ganhe dinheiro, melhore seus resultados.

Trata-se de um processo interativo que enfatiza as suas habilidades mentais de líder, para ver e enxergar de maneira qualitativa como o mundo está mudando – quase sempre incluindo as perspectivas das pessoas a sua volta.

Na verdade, é uma grande mudança de paradigma para os Líderes acostumados às velhas regras práticas, pois transcende as crenças gravadas na mente de muitos profissionais, executivos, líderes de equipe.

Essa atitude representa que você abre mão da confiança habitual e linear do “time que está ganhando não se mexe” – nesse caso atitudes que sempre deram certo, continuam e continuarão dando certo.

Você está propondo uma nova mentalidade capaz de perceber tendências de modo ágil, entendê-las, mesmo que sejam garantia de sucesso automático.

Pelo contrário, o sucesso de toda estratégia depende do rigor e da disciplina no processo de implantação, visualizando as mudanças, deduzindo ações específicas, para implementar o seu Projeto Pessoal, carreira, negócios.

Faz sentido para você essa ferramenta?

Oportunidade acontece

Semente Diária 09/09/2022

Oportunidade é condição favorável para você realizar algo.

Diz-nos o dicionário; já ouvi de um tio meu o seguinte: “A oportunidade só tem cabelo na frente, se você não pega, ela passa e atrás ela é careca.” rs

Sim, eu sei que pode parecer clichê.
É clichê.
Como disse Paulo Freire: “Em educação, o óbvio tem de ser dito.”
Talvez seja hoje, lendo esta mensagem que você:

Querida Leitora, Querido Leitor,
despertará para o fato de você hoje é o GRANDE DIA,
para você fazer tudo de uma maneira melhorada, em relação a ontem.

Pare de se iludir e ficar com o discurso de ‘vira-lata’ – dizendo que você não tem oportunidade de crescimento, que nada acontece para você, que o sucesso não é pra você e blá-blá-blá!

Obviamente que, se você ficar acomodado, distraído, fazendo apenas o trivial, as oportunidades, as chances, as portas vão se abrir e você não as perceberá.

Escutei certa vez em uma entrevista para a Mentoria de Liderança:

“Eu e um colega entramos para a empresa e para a equipe juntos, no mesmo dia. Somos formados pela mesma universidade e sou 1 ano mais velho que ele. Em 5 meses de empresa, ele foi promovido e eu não. Poxa, eu faço tudo com perfeição. Por que não eu?”

Eu lhe perguntei: “Nesses 5 meses o que ele fez de diferente de você?”

Então, ouvi o seguinte: “Nada, apenas começou a fazer uma MBA que a empresa ofereceu para a equipe.”

Perguntei novamente: “E por que você não aceitou fazer?”

Escutei: “Ah, eu estava cansado de estudar, tinha acabado a faculdade e queria curtir um pouco a vida.”

Fiz então, a observação final: “Entendi. Você escolheu fazer o que era bom e viável para você.
Está tudo certo. Já, ele – apesar de ter concluído a faculdade com você, ele decidiu aproveitar a oportunidade que a empresa estava oferecendo, por isso a empresa o promoveu, porque enxergou a vontade e o comprometimento dele em crescer. Simples assim, por isso que você não recebeu a promoção. “

A pessoa ficou parada, sem palavras, decidiu fazer a Mentoria de Liderança e hoje ocupa uma posição hierárquica de Grande Destaque numa empresa na Suécia.

Fazemos escolhas sempre e colhemos os resultados.
Não existe oportunidade perdida, porque se você não a enxergou, tenha plena certeza de que outra pessoa a enxergou e aproveitou.

Esteja com a mente desperta, cursos de aperfeiçoamento são importantes, produtividade é importante, proatividade é imprescindível e METAS a serem alcançadas são necessárias.

Se você não sabe onde quer chegar, você não percebe as oportunidades.

Fica onde está, parado no tempo, repetindo as mesmas piadas, contando as mesmas histórias e pulando de empresa em empresa; de relacionamento em relacionamento; de produto/serviço em produto/serviço, porque você não tem propósito.

Aproveite HOJE e responda para si mesmo:

Onde eu quero chegar?
Qual é o meu propósito de vida?

Baseado nessas respostas, desenhe o mapa de como chegar, analise o que você precisa adquirir para essa conquista.

Respire fundo e vamos caminhar!

Estamos JUNTOS nesta jornada. 

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço repleto de Oportunidades da Mel.

Poder da Respiração Consciente

Semente Diária 06/09/2022

VOCÊ SABIA QUE:

Quando você dá UM SUSPIRO PROFUNDO sem motivo
é um sinal de que você
deixou de respirar por alguns segundos e não percebeu?

Sim, LÍDER, Isso é uma verdade.

O ritmo acelerado da vida moderna gera momentos de estresse e/ou ansiedade, que nos dispersam do nosso FOCO.

Um dos resultados é que nos desconectamos do funcionamento básico do nosso corpo: Respirar.

Isso sem falar na sede, na fome, no sono e a lista cresce. Só que hoje, quero FOCAR na RESPIRAÇÃO.

O que nos garante VIDA é a respiração, ela é um exercício muito importante para mantermos nosso equilíbrio emocional e energético.

Dentro do Yoga, temos a palavra em sânscrito ‘pranayama’ cujo sentido é ‘expansão da energia’, ou seja, a respiração consciente.

Se pensarmos biblicamente, a respiração consciente é a valorização do SOPRO DIVINO.

Essa respiração consciente não tem preço, não demora, não precisa de marketing; pelo contrário, ela é um CALMANTE NATURAL, uma conexão com o Criador e um SUPER ENERGÉTICO.

Quando respiramos com consciência, nós captamos e direcionamos o ar ‘prana’ [energia vital] para diferentes partes do nosso corpo pleno: físico, mental, emocional e espiritual.

Ao respirarmos conscientemente, favorecemos a canalização do oxigênio, por isso que no ‘pranayama’, a ideia central é a nossa reeducação respiratória.

Sabe quais são alguns dos benefícios?

  1. Aumenta a capacidade pulmonar;
  2. Favorece o fluxo sanguíneo;
  3. Tonifica o sistema nervoso;
  4. Revigora o cérebro;
  5. Desenvolve o FOCO;
  6. Melhora a Concentração;
  7. Acalmam o nosso sistema emocional;
  8. Estimula a neuroplasticidade cerebral;
  9. Fortalece a Auto-Segurança [ao falar em público, coordenar reuniões, palestras e explanações];
  10. Propicia a tomada de decisão com ponderação.

Eu proponho o seguinte exercício respiratório para você praticar até tornar-se um hábito.

Lembrando que o cérebro fixa o aprendizado de um novo hábito após 21 dias consecutivos.

Vamos lá ao exercício mais simples, natural e discreto.
Sim, você pode fazê-lo em qualquer lugar.

Sente-se num lugar confortável com a coluna reta.
A respiração consciente divide-se em 4 partes:

Pode fechar os olhos e visualizar o ar entrando branco como a neve e limpando você completamente por dentro, iluminando, curando.
Pode mantê-los abertos focados num ponto neutro ou numa paisagem relaxante.

1ª INSPIRAR [‘puraka’].
Inspire pelo nariz contando calmamente 1-2-3

2ª RETER O AR NOS PULMÕES [‘kumbhaka’].
Segure o ar nos pulmões, estufando a barriga e contando calmamente 1-2-3

Na expiração você – também pode – visualizar o ar saindo cinza, eliminando todas as impurezas, ou mantê-los abertos.

3ª EXPIRAR [‘rechaka’].
Solte o ar pela boca, esvaziando a barriga e contando calmamente 1-2-3

4ª MANTER OS PULMÕES VAZIOS [‘shúnyaka’].

Deixar os pulmões vazios, contando calmamente 1-2-3

Repita a sequência 2, 3 vezes –
ou quantas sentir necessidade até sentir-se mais em HARMONIA.

Você pode colocar a mão no seu pescoço enquanto respira, para sentir a pulsação do seu coração.

Ao terminar essa prática, você terá diminuído o seu estresse, encontrado seu ponto de equilíbrio e viabilizado a construção de diversas novas sinapses neurais.

Enquanto escrevo este artigo, estou fazendo essa respiração e me sentindo mais equilibrada, descansada do que antes.

Pratique e conte-me o que sentiu.

Estamos JUNTOS nesta jornada de Saúde Integral. 

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço Harmonizador da Mel.

 

Foco é poder

Semente Diária 05/09/2022

Foco é fixar os olhos na chegada?
Foco é saber onde se quer chegar e ter atenção ao TODO?

Querida Líder-Leitora! Querido Líder-Leitor!

Se pensarmos em fotografia: Foco é o que seleciono para concentrar minha atenção, é o centro da imagem.

Em Liderança, não nos distanciamos muito desse conceito, pois FOCO é manter-se em concentração constante nos nossos objetivos; mantermos nossas forças direcionadas para a conquistas de nossos objetivos: pessoais, profissionais e negócios.

Se você não tem um objetivo estabelecido a ser conquistado, você não tem FOCO, simples assim.

Já, quando você tem um objetivo, sabe onde quer chegar, você tem FOCO, a partir disso estabelece um planejamento, é organizado, persevera diante de todas as dificuldades, porque atingir a sua meta é vital, alcançar o seu estado desejado, o resultado esperado é imprescindível.

Por isso você: Ousa. Vence Barreiras.
Você quer IR ALÉM e conquistar o que faz sentido para a sua vida, para o seu desenvolvimento.

Ressalto aqui que a ideia de FOCO não é algo momentâneo. Longe disso!

FOCO é consistência, continuidade, ou seja, você está concentrado o tempo todo.
Visão de águia: ampla no voo e precisa na caça.

Esse é um dos motivos pelos quais alguns vencem e outros fracassam.

Muitas vezes, ao longo de um PROJETO: de vida, de carreira, de negócio, precisamos estar atentos todo o tempo, em tudo e – não é incomum – usarmos até os finais de semana, feriados para nos dedicarmos mais aos detalhes.

Vale lembrar que os detalhes são muito importantes.
Pode parecer clichê e é, porém de inegável verdade: “o oceano é gigante, poderoso, mas ele é feito de gotas de água salgada.”

Hoje é segunda-feira, segundo dia da semana, aproveite para definir seu objetivo e trabalhar com AMOR e disciplina, entendendo e respeitando o processo, a continuidade, o ‘fazer até dar certo’. Esse dar certo é a conquista da meta estabelecida.

Cuidado com as distrações cotidianas: redes sociais, fake-news, fofocas…
Estipule o horário para ver e interagir com as redes sociais, ler notícias de fontes sérias e as fofocas… bem, fuja delas, porque quem ouve é a próxima vítima de quem fala.

Você quer a realizado do seu Projeto?
Aceite que TER FOCO é o ingrediente decisivo, atente para essas dicas preciosas:

  1. Cuide de sua mente para que ela não fique ‘buzinando’ crenças limitantes que podem desmotivar você;
  2. Aproxime-se de pessoas positivas que estão na jornada pelo sucesso;
  3. Materialize a ideia de que você possui muitas forças e muitas fraquezas. Use as forças para avançar e as fraquezas para transformar em forças com amor.

Se você sentir, dificuldade em manter o FOCO,
comente que eu lhe dou dicas poderosas de como fazer.


Estamos JUNTOS nesta jornada de projetos e FOCO.
 

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço FOCADO da Mel.

Cansou? Descanse.

Semente Diária 23/08/2022

LÍDER:

você é feito de ossos e tecidos moles. Logo, você se cansa. Aceite.

Podemos ter coragem, força, músculos, perseverança, disciplina, consistência, certezas, criatividade, foco, competências, habilidades, medos, inseguranças, dúvidas, convicções grandes, imensas, gigantescas e a lista é gigante. Tudo bem!

Acontece que nosso corpo físico, mental e emocional necessita de PAUSAS regulares para se renovar, cito algumas:

  1. Renovação celular, molecular;
  2. Organização do aparelho psíquico e das demandas emocionais;
  3. Processo de memorização de longo, médio e curto prazo;
  4. Digestão dos alimentos.

Durante o expediente de trabalho, a cada hora, permita-se 5 min de pausa: levante-se, alongue-se, vá ao banheiro, beba água e retome suas atividades. Você perceberá que essa pequena pausa, gera oxigenação e você retoma com mais produtividade.

No momento das refeições, permita-se alimentar-se em paz, conversando amenidades corriqueiras, rindo, mastigando com calma; mude o lado que se senta para admirar outras paisagens; esqueça o celular. Para as refeições noturnas, prefira alimentos que digerem rápido, assim você garante um sono de qualidade.

Quando estiver com a família, amigos, colegas, dedique-se a estar presente, ou seja, o foco é na conversa, é no olhar daquela pessoa; descanse do celular.

Na hora do seu repouso noturno, deixe o celular sem internet, no modo avião, assim ele se torna apenas seu despertador. Deite-se e permita-se espreguiçar-se, aquietar a respiração. Faça um flash-back de tudo o que fez, desde que abriu os olhos até o momento presente.

Eu faço isso e quando chego no momento presente… já estou nos bracinhos de Morfeu. kkk!
Experimente e me conta o que sentiu.

Mantenha sua mente atenta, porque Estresse, Ansiedade, Burnout, Depressão são alguns dos males emocionais que nos apontam para equívocos de interpretação.

Então, o cansaço ‘se parece’ com desmotivação, falta de propósito e sentido, incompetência, incapacidade de resolver problemas…

Quanto mais você deseja SUCESSO em todos os setores da vida, com a realização de TODOS os seus projetos, MAIS você deve estar atento[a] para passar longe do estresse e do Burnout.

Faz sentido para você iniciar com essas práticas inteligentes e saudáveis?

 

Estamos JUNTOS nesta jornada. 

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço Humano da Mel.

Questão de Bom-senso

Semente Diária 16/08/2022

LÍDER:

Entenda a diferença entre: Pedantismo e Coitadismo.

Na nossa vida cotidiana, encontramos esta situação.

Ela pode estar em nossos vínculos afetivos, nas empresas e no nosso próprio negócio.

De um lado, temos o perfil PEDANTE, aquela pessoa que sempre exibe, expõe, quer aparentar que possui conhecimentos, coisas que não tem. Estamos diante de alguém inseguro, instável emocionalmente e que pode prejudicar o bom andamento do time; isso sem contar que vida dela é totalmente desestruturada, porque suas mentiras não se sustentam. Isso gera ansiedade e perda de foco. 

Uma boa forma de ajudar essa pessoa é conversar no particular e demonstrar que você enxerga essa instabilidade e orientar para que essa pessoa procure ajuda especializada. Sim, isso mesmo essa pessoa não enxerga suas valiosas competências e habilidades, por motivos traumáticos e crenças limitantes que estão… lá na infância, vivos naquela criança triste, sofrendo diversos abusos emocionais.

Lembre-se sempre de nunca se esquecer de lembrar que: essa pessoa possui um EGO maior que o bom-senso. Ela se basta e a procura de ajuda, deve ser sugerida como uma forma de ampliar seu raio de desenvolvimento e visibilidade reais.

Por outro lado, temos o perfil COITADO, aquela que pessoa que assume a postura do sempre ficar à espera das coordenadas, sempre encolhido, sempre acreditando que não sabe tudo, sempre faz as mesmas perguntas para as mesmas tarefas. Sudorese, mãos trêmulas, insegurança, pânico. São aquelas pessoas no time, conhecidas como Roda Presa. Em muitos momentos, o time pode deixá-la de lado, para não atrapalhar a velocidade, o ritmo dos trabalhos, ou lhe dão algo bem banal, evitando fazê-la sofrer.

Uma excelente forma de ajudar essa pessoa é – também – o diálogo particular, objetivo e empático, demonstrando que você reconhece potencial nela, mas que ela está se impedindo de crescer e orientá-la para que procure ajuda especializada, através do AutoConhecimento essa pessoa encontra e reconhece suas FORÇAS, se liberta de traumas emocionais e Floresce. Entre em contato comigo, através dos links abaixo. Tenho uma metodologia eficiente e eficaz para esses casos.

Lembre-se sempre de nunca se esquecer de lembrar que: essa pessoa que pede muita ajuda, ele possui um EGO amordaçado e o bom-senso maior, evitando que ela cometa erros e seja criticada publicamente, sentindo-se envergonhada, humilhada, como já sofrera na infância de diversas maneiras.

Querida Líder! Querido Líder!

Sempre podemos e devemos oferecer ajuda, quando nossa observação e bom-senso assim concordarem. MAS, lembre-se a distância entre oferecer e pedir ajuda é muito sutil e que – nem sempre – as pessoas em questão estão dispostas a resolverem suas dores e assumirem o ônus e o bônus de liderarem suas vidas de modo saudável, próspero. Tudo bem. São escolhas.

Faz sentido para você?

Entre em contato comigo, através dos links abaixo.
Tenho uma metodologia eficiente e eficaz para esses casos.

Estamos JUNTOS nesta jornada

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço Motivador da Mel.

 

Pare e Respire

Semente Diária 10/08/2022

LÍDER:

 Pare e Respire para escutar os silêncios e a música que surgem.

Todos os seus pensamentos merecem ser ouvidos e escutados.

A partir dessa Escuta interna respeitosa, você tem condição de analisar e separar:

a) de um lado, aqueles que são ruídos tóxicos, próprios de crenças limitantes;

b) por outro lado, aqueles que são música, configurando motivos para crescimento.

Agora, querida leitora, querido leitor, jamais em tempo algum subestime seus pensamentos.

Eles não são você, mas eles constituem a base de suas atitudes, de seus comportamentos.

Faz sentido para você?

 

Estamos JUNTOS nesta jornada

Eu RE-conheço LIDERANÇA em você!🚀

Abraço Compreensivo da Mel.